Tag: arte (page 1 of 2)

A arte de Jason Edmiston

Provavelmente você já deve ter visto alguma pintura deste cara por aí. Jason Edmiston é um daqueles artistas que fazem você dar valor ao talento alheio. Com pinturas carregadas de cores e expressões marcantes dos personagens, percebemos a qualidade nos detalhes de cada pintura que  viaja do realismo ao caricato, fazendo nossa mente se aprofundar em cada obra.

bride-768x1024

dracula1-772x1024 Continue reading

Novos quadros exclusivos na Vudu!

Quadros com moldura exclusiva da Vudu! em formato de caixão feitos em madeira e pintados de preto fosco. Os desenhos temáticos também são feitos exclusivamente para eles. Clique aqui e confira!

quadroscaixaoF

CaixaoMorte01

CaixaoVampira01

CaixaoSereia01

Bonecos de papel tatuados

Norman V Toraya vive em Nova York e é diretor de animação, seu trabalho inclui comerciais, projeções, aberturas e introduções para programas de TV. Seu projeto pessoal, além de animações inclui a criação de bonecos de papel articulado (ou fantoches) e muitos deles são tatuados!

Continue reading

Quero Ser Marilyn Monroe

A Vudu! esteve na exposição “Quero Ser Marilyn Monroe” que está na Cinemateca Brasileira em São Paulo.
Além da exposição de fotos e artes há uma mostra com filmes da diva.

E o local não poderia ser mais apropriado.
A Cinemateca é um dos lugares mais bonitos da cidade, combina com Marilyn.
Se você ainda não conhece, aproveite a oportunidade para ver fotos raras, fotos famosas, de bastidores,  a visão de diversos artistas sobre a sex symbol mais famosa do mundo, assista filmes e conheça a Cinemateca!

A mostra e exposição para lembrar os 50 anos da morte de Monroe é gratuita e estará em cartaz até dia 1º de Abril.

Mais informações: marilynmonroe.com.br

Confira a programação na Cinemateca Brasileira 

 

Kultura Kustom

“Kustom Kulture” é uma cultura underground surgida na década de 1950. Empregada em diversas áreas como trabalhos artísticos em automóveis (aerografia, pinstriping, Hot Rod), artes como tatuagem, música, entre outros meios, além de caracterizar um estilo de vida.

O conceito surgiu nos Estados Unidos e possui adeptos em todo o mundo nos dias atuais.

Nos início do movimento hot rod, haviam diversos estilos de customização rolando. Ao longo do tempo, cada um desses estilos distintos de personalizar se misturaram e reformularam a nossa vida cotidiana.

Artistas como Von Dutch (Kenny Howard), os construtores de carros personalizados, Ed “Big Daddy” Roth e Jeffries Dean, que também customizavam motos, os Irmãos Barris (Sam e George Barris), juntamente com numerosos artistas, tatuadores, ilustradores, pintores de automóveis, filmes e programas de televisão da época ajudaram a formar o que é conhecido hoje como Kustom Kulture.

 

Gibson Girls

As Gibson Girls foram criadas por Charles Dana Gibson e eram muito populares no final do século 19 até início do século 20 nos Estados Unidos.

Os desenhos que representavam mulheres de cintura fina acentuada por espartilho, seios e quadris volumosos e cabelos ondulados presos  no alto da cabeça tornaram-se modelo de beleza,  influenciaram e refletiram o comportamento das mulheres daquele país.

As ilustrações apareciam em diversas revistas, anúncios e produtos.

Ainda podemos encontrar essas ilustrações aplicadas em alguns produtos, mas claro, não são tão populares como antigamente (mas eu gosto).


Garrafas de perfume com as Gibson Girls que você pode comprar aqui.

Sempre há uma musa, correto? Dizem que a esposa de Gibson, Irene, era a inspiração para os desenhos e de fato ela posava para o marido mas as Gibson Girls já existiam antes do casamento dos dois.

De acordo com Kate Chopin, “as originais Gibson Girls são resultado de observação da beleza de todas as mulheres que o artista conheceu, desenvolvida através da apreciação da única que ele amou.” Que bonito, não?

Para as meninas não ficarem sozinhas foram criados os Gibson Boys, igualmente bonitos, elegantes e auto-confiantes. Nos dias atuais seriam a Barbie e o Ken.

Tanto as Gibson Girls quanto a Barbie influenciaram a sociedade de sua época, impondo um ideal (cruel) de beleza feminina.

Gibson Girl vs Barbie

As Gibson Girls tinham grande publicidade em revistas, as imagens eram relacionadas a produtos consumidos principalmente por mulheres tal como a Barbie mas a diferença entre as duas é que as Gibson eram um “produto” para mulheres maduras enquanto a boneca é exemplo para mulheres ainda em formação (tenso!).

Nas principais revistas da época, as Gibson Girls eram representadas como mulheres independentes, de beleza impecável e personalidade marcante e influenciadas por esse ideal de independência feminina as mulheres americanas conquistaram direitos que elas não tinham antes, como trabalho remunerado ou ocupações antes restrita apenas aos homens.

Termino a comparação por aqui, porque não consigo identificar nada de bom que a Barbie tenha feito pela geração atual de mulheres… =/

Padrões de beleza sempre vão existir, cabe a você ser escrava dele ou usá-lo apenas como inspiração para incrementar ainda mais sua beleza natural.


“The weaker sex” (O sexo mais fraco) 1903. Naquela época o cara já sabia quem tinha o poder.

Sol Rac o Ilustrador Rockabilly

Faz tempo queria escrever sobre Sol Rac, meu ilustrador rocker preferido mas não há muita informação sobre ele na net.

Então… entrei em contato e ele respondeu algumas perguntinhas (emoção!) para que eu pudesse fazer esse post.

Sol Rac é argentino e mora em Buenos Aires.

Seus desenhos tem um estilo muito pessoal, daquele tipo que você bate o olho e diz: “Sol Rac!”.
A temática é, claro, rockabilly-psychobilly-old school.

Ele  faz muitas  ilustrações para bandas do gênero, logos, poster para shows, capa de cds:

Muitos posters para festas ao redor do mundo:

Sol Rac tem uma marca de roupas a Little Monster (se for para a Buenos Aires não deixe de conferir a loja) sua mulher Carol Sanchez é estilista da marca.

Eu encontrei camisetas Little Monster aqui em São Paulo, na Galeria Ouro Velho, na Augusta. E claro, garanti a minha.

Mas além de criar ilustrações que enfeitam peças de roupas de sua própria marca, os desenhos de Sol Rac enfeitam roupas de várias grifes ao redor do mundo.

A inspiração pra criar essas imagens bacanas vêm claro da arte e da música.

As bandas que ele mais curte são The Rhythm Shakers, Hi Strung Ramblers, Luis & the Wildfires, Santos,  “The Caezars” e as preferidas The Quakes e Polecats.

Ele dá a dica: “As bandas de rockabilly e psychobilly da gravadora Wild Records são muito boas.”

Suas referências artísticas estão no passado, apesar de admirar muitos ilustradores atuais. Seus artistas preferidos são:

Basil Wolverton – cartunista americano que fez trabalhos para a Marvel Comics e Mad. Seus personagens tem aparência grotesca e bem-humorada.

Joe Shuster – cartunista canadense que em parceria com Jerry Siegel criou em 1938 o Superman.

 Harvey Kurtzman –  americano criador da revista Mad e do personagem Alfred E. Neuman, o carinha sardento e banguela mascote da publicação.  O cartunista criou também as famosas tirinhas Little Annie Fanny que foram publicadas na revista Playboy.

Al Feldstein – além de ilustrador o artista americano é escritor e foi também editor das revistas Mad e EC Comics.

Jack Kirby – é o maioral, o mais bam-bam-bam artista da história em quadrinhos ever. Dizem que desenhou mais de 25.000 páginas de hqs!  Criou o Capitão América e o Surfista Prateado. Produziu e ilustrou Sandman, O Quarteto Fantástico, Thor, Hulk, X-Men, O Homem de Ferro entre outros.

 

Com tantas referências boas assim, o cara virou referência pra mim.

Adoro as pin-ups fatale que ele desenha. São charmosas, perigosas e gostosas. E foi buscando referências na arte de Sol Rac que criamos a ilustração para o Espelhinho Sou Pin-up.

Tudo isso é coisa que a gente gosta! =)

 

 

 

 

Tattoo Age, nova serie sobre tatuadores

Tattoo Age é o novo seriado que vai te levar ao mundo da tatuagem através de uma série de perfis de alguns dos artistas mais interessantes e procurados do mundo.

A série vai começar em 13 de julho com Dan Santoro e os novos episódios trarão artistas como Troy Denning, Mike Rubendall, Freddy Corbin e Grime. Vai ao ar até novembro na vbs.tv

via ink butter

Maly Siri

Maly Siri é uma pin-up que desenha pin-ups.

Ela vive em Toronto e suas pin-ups enfeitam cartazes, jóias, livros e quadros ao redor do mundo.

Como todas nós pin-ups modernas, Maly é fã de Dita Von Teese e fez desenhos inspirados nela.

Ela também é apaixonada pelo mundo vintage: filmes antigos, burlesco, música, musas, tudo serve de inspiração para sua arte e vida porque tudo que a cerca é em estilo vintage, a cozinha, suas roupas, suas coisas…

Maly em sua cozinha retrô fazendo cupcakes:

Você pode ver mais ilustrações, saber sobre a vida de Maly e ficar por dentro das dicas vintages no blog dela (em francês).

 

 

 

Sailor Jerry, o pai dos tatuadores tradicionais.

Norman Keith Collins, mais conhecido como Sailor Jerry nasceu em 14 janeiro de 1911 em Reno, Nevada. Quando criança, pulou de trens de carga por todo o país e aprendeu a tatuar com um homem chamado Tatts Thomas, que lhe ensinou a usar máquinas de tatuagem. Praticando em vagabundos, mais tarde ele navegou o Oceano Pacífico antes de se estabelecer no Hawaii. Um brutamontes com uma boca suja, sempre usando camiseta branca mostrando seus braços tatuados.

Aos 19 anos, Collins se alistou na Marinha dos Estados Unidos. Foi durante suas viagens subseqüentes no mar, que ele foi descobrir a arte e imagens do sudeste da Ásia. Ele permaneceu como marinheiro pelo resto de sua vida depois disso. Mesmo durante a sua carreira como tatuador, ele trabalhou como um capitão de uma escuna de três mastros grandes. Vela e tatuagens eram apenas dois de seus empreendimentos profissionais. Ele  tocou saxofone em sua banda por anos, e teve até um programa de rádio. Morreu em 1973 mas foi imortalizado por seu trabalho como tatuador.

Collins confiou seu trabalho para duas pessoas, Ed Hardy and Mike Malone, os quais fundaram a empresa Sailor Jerry Ltd. Um empreendimento que desenvolve produtos desde bebidas e roupas até cartas de baralho, entre outras coisas.

Visite o site oficial: www.sailorjerry.com

Older posts

© 2014 Vudu! Blog

Theme by Anders NorenUp ↑